Produto adicionado

Ir para o carrinho de compras

Problemas e Soluções

Aconteceram coisas estranhas com a sua composteira? Veja a solução!

Aderir a um sistema de compostagem em casa, comprando uma composteira doméstica, é barato e fácil, porém elas necessitam de cuidados com sua manutenção. Desse modo, os resíduos orgânicos podem ser reciclados e transformados em adubo. Acompanhe a seguir alguns passos de como resolver certos problemas com sua composteira.

Excesso de umidade: No caso da vermicompostagem, o excesso de umidade dificulta a locomoção das minhocas, porque o composto fica escorregadio e afeta a aeração do processo. Para saber se a sua composteira doméstica está com excesso de umidade, aperte a mistura para verificar se existe gotejamento de líquido ou não. Se houver gotejamento, coloque mais material seco (preferência para a serragem, folhas secas, material palhoso seco e terra vegetal seca). Em seguida, remexa a mistura. Se sua composteira estiver seca, acrescente vegetais frescos ou mesmo chorume da própria composteira.

Odores desagradáveis: Composteira exposta a sol e chuva é igual a mau cheiro. Pois, se esse sistema receber água e calor, a mistura vai fermentar, ou seja, gerar metano e outros gases e eventualmente exalar mau cheiro, podendo causar um desequilíbrio no sistema. Se isso acontecer, retire a tampa de sua composteira por algum tempo, remexa o conteúdo e acrescente um pouco mais de material seco e não coloque novos resíduos por uns dois dias. Ao depositar os resíduos, procure dosar o material seco com o molhado - com isso, você evita o excesso de umidade, e consequentemente, o mau cheiro. Você também pode deixar a composteira por algum tempo curto sem a tampa ou coberta com um pano.

Minhocas fugindo: As minhocas podem começar a fugir da composteira devido a condições do ambiente. Se faltar comida na sistema ou se a umidade estiver muito alta elas irão escapar da composteira e provavelmente morrer, portanto é importante seguir os passos já explicados anteriormente para controlar esses fatores. Outro motivo é o calor excessivo, este pode ser causado pela própria temperatura ambiente ou pelo processo natural da fase termofílica. Grande quantidade de minhocas nas laterais e tampa da composteira, indicam excesso de calor! Para a primeira causa é necessário mudar a composteira de local, para onde haja sombra e ventilação. Para proteger as minhocas do calor natural gerado pela decomposição, separe a cama das minhocas dos resíduos, assim elas poderão se refugiar em caso de condições desfavoráveis. Você pode deixar em um canto o material já estabilizado, o próprio húmus, e no outro canto ir adicionando os restos de alimento e serragem.

Predadores: As minhocas também têm predadores. Formigas, centopéias e lacraias são inimigos naturais delas. Monitore a composteira  e se encontrar algum desses bichos utilize repelentes naturais (óleo de Neem) e continue monitorando pelos próximos dias.

Moscas de fruta: É necessário tomar certo cuidado quando você for colocar cascas de frutas como banana e mamão na composteira. Isso porque, dependendo da regulação da umidade, as cascas atraem as famosas moscas de frutas da espécie Drosophila. Esses insetos incomodam muito e colocam ovos em resíduos de cascas, que, quando jogados na mistura, podem brotar. Mas, no caso das moscas aparecerem, é recomendável o uso do repelente de Neem, cobrir todo o composto com material seco (serragem, folhas) e ficar uns 3 ou 4 dias sem inserir resíduos novos.

Larvas de moscas: As famosas larvas brancas que surgem na composteira sem explicações podem ser advindas justamente dessas moscas de frutas que são atraídas pela alta umidade do composto. Muitas pessoas entram em desespero quando veem essas larvinhas achando que toda a compostagem estará perdida, mas muita calma: elas fazem parte do ecossistema do minhocário! Por serem larvas e ainda não terem a maturidade suficiente, esses bichinhos indesejados acabam morrendo e virando composto. Mas se ainda assim as larvas brancas aparecerem, fique tranquilo: elas auxiliam as minhocas quebrando as moléculas de resíduos em moléculas menores, facilitando a digestão das mesmas. O controle da população dessas larvas pode ser feito revirando o composto a cada dois ou três dias, mantendo o material mais novo misturado ao mais antigo.


Minhocagem Composteiras Domésticas - CNPJ: 28.554.516/0001-05 © 2022 Todos os direitos reservados Plataforma E-Com Club